As homenagens a Saramago no Portal

Do Portal de Luís Nassif
 

Do Blog de Maria Tereza da Silva

José Saramago

Hoje ao ligar meu computador e abrir a internet tive um choque, morreu aquele que ao longo dos anos fez aumentar e alimentou minha paixão pelos livros, desde o primeiro livro dele que chegou as minhas mãos através de um amigo apaixonado por sebos como eu que me presenteou com a Jangada de Pedra, essa fantástica viajem da Península Ibérica pela Europa que eu viajo no mundo literário de José Saramago do belíssimo e Polemico Evangelho Segundo Jesus Cristos aos instigantes diálogos de Ricardo Reis com Fernando Pessoa em O Ano da Morte de Ricardo Reis, a linda Historia de Amor Medieval de Memorial do Convento, me emocionei em Todos Nomes, descobrir que a situação dos agricultores em Portugal não era muito diferente da do Brasil em Levanta do Chão em A Caverna aprendi mais sobre exploração da mão de obra, me diverti em As Intermitências da Morte e a Viagem do Elefante, fiquei fascinada com o Homem Duplicado e Ensaios Sobre a Cegueira no irônico e atualíssimo Ensaio sobre a Lucidez descobrir uma nova forma de exercer o poder através do votos na Historia do Cerco a Lisboa as os militares são desnudados e recentemente em Caim levei uma pancada com as eternas contradições humanas sendo tratadas de forma tão crua. Muito muito obrigado Saramago por todos esses momentos ao longo da minha vida e vá em paz.

 

Por Helô


Todos os dias têm a sua história, um só minuto levaria anos a contar, o mínimo gesto, o descasque miudinho duma palavra, duma sílaba, dum som, para já não falar dos pensamentos, que é coisa de muito estofo, pensar no que se pensa, ou pensou, ou está pensando, e que pensamento é esse que pensa o outro pensamento, não acabaríamos nunca mais.

In Levantado do Chão, Ed. Caminho, 14.ª ed., p. 59
(Selecção de Diego Mesa)

Saramago (1922 - 2010)

 

Por Simone del Rio

http://www.youtube.com/watch?v=b7cIiiHmFI8&feature=player_embedded

 

Por Stella Maris

Jorge Luis Borges dizia

"O paraiso deve ser uma espécie de livraria"
Já pensou;
Borges
Paulo freire
Sartre
Patativa
Hilda Hist
Clarice Lispector
Bandeira
Etc..
e agora chegando SARAMAGO... Que festa heimmm!!!

Por Sérgio Troncoso

A frase que me vem á cabeça quanto a José Saramago, é uma corruptela de um filme (alô Gunter) com Anne Bancroft e Anthony Hopkins, "nunca te li, sempre te amei", rsrsrs. Mas li e conheço vários de seus pensamentos, por onde andava sua literatura, e sei que o mundo perde um ícone na luta pelo aperfeiçoamento humano. Mas ficam as obras e os atos!

Por vera lucia venturini da silva

E Saramago se declarava COMUNISTA. Assistindo a Globo News agora de manhã os 3 jornalistas que tratavam do assunto fizeram um contorcionismo danado para não dizer que Saramago se declarava comunista. Disseram que ele era um homem que tinha "convicções políticas fortes". A Miriam Leite (a jornalista que teve um filho do FHC) se disse amiga da mulher do Saramago e que "a Pilar nos últimos tempos tinha conseguido demovê-lo de algumas idéias".

Em outra oportunidade eu vi uma repórter entrevistando Saramago na tv e ela lhe perguntou como ele era comunista, se o comunismo tinha acabado. Ele lhe respondeu: eu sou comunista, portanto o comunismo não acabou. Só esta resposta dá um romance.

O que o moderno, afinado com as idéias neo liberais e "romancista" Diogo Mainardi não daria para escrever um só romance como José Saramago? Será que ele, como Fausto, venderia sua alma ao demonio e se tornaria comunista. Eh!eh!eh! Uma lágrima por este excepcional romancista.

Por Marise Lopes

o livro "Ensaio sobre a cegueira" foi a melhor coisa que li... o tema dos livros não é o foco principal, quando leio, tema é só pano de fundo... o que me encanta é a forma como o autor desenvolve e descreve o tema... e nesse sentido Saramago me encantou nesse livro... li vários outros livros do Saramago, mas Enasio sobre a cegueira foi sempre insuperável pra mim...

Por Marise

http://www.youtube.com/watch?v=WtoJQAG7ptA&feature=player_embedded


Vídeos: 
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Nenhum voto
2 comentários
imagem de Josaphat
Josaphat

Saramago no documentário "Vidas Lusófonas".

 

_O Sr. tomou parte nesses tumultos? _Não são tumultos, Sire, é uma revolução!

 
imagem de Anônimo
 
 

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.

Faça seu login e aproveite as funções multímidia!