Bresser: continuidade na luta pelos direitos humanos

Da Folha

LUIZ CARLOS BRESSER-PEREIRA

Direitos humanos e paixão eleitoral

Há certa continuidade nessa área e outras que vem de 88; as manifestações partidárias não somam à democracia

ESTAMOS ÀS VÉSPERAS de eleições gerais no Brasil. Este é um momento solene e maior de toda democracia. É o momento em que o povo manifesta sua vontade.

É o momento em que o contrato social entre nação e Estado, entre sociedade civil e seus governantes -aquele contrato que está inscrito e previsto na Constituição do país- é reafirmado, que os partidos políticos apresentam suas propostas, e os políticos que governarão o país nos próximos quatro anos são eleitos.

Em uma democracia como aquela que estamos construindo no Brasil, é um momento de escolha, mas é também um momento de tranquilidade porque as escolhas não são dramáticas, não implicam a salvação ou a danação do país, mas expressam conflitos legítimos e consensos crescentes.

Com estas considerações em mente, li em "Política de Direitos Humanos", excelente livro organizado por uma jovem professora de ciência política da USP, Rossana Rocha Reis, duas conferências pronunciadas por dois homens públicos da mais alta qualidade, José Gregori, primeiro titular da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, criada em 1997, e Paulo Vannuchi, atual titular dessa secretaria de nível ministerial.

Os dois são amigos muito caros para mim: Gregori foi meu contemporâneo na Faculdade de Direito, e companheiro político de toda vida, Vannuchi, meu aluno no doutorado em ciência política na USP -um aluno de convicções firmes que milita no PT desde a sua fundação.

As duas conferências nos dão um quadro da luta pelos direitos humanos no Brasil, mas o que mais me chamou a atenção foi como elas se completam. Como o trabalho de um foi continuado pelo outro, como a luta pelos direitos humanos não é uma questão de partidos em conflito, mas de uma sociedade que se irmana na luta contra a tortura e a violência policial, contra o racismo e o antissemitismo, contra a prostituição de menores, contra a exploração de crianças e adolescentes, contra as violências dirigidas às mulheres, aos homossexuais.

Vannuchi foi o primeiro a falar. E sua fala foi a do reconhecimento de uma construção e de uma continuidade: "Existem avanços no sentido da consolidação de direitos, o que é particularmente claro de 1988 para cá... No governo FHC houve importantes avanços".
Gregori, por sua vez, além de corresponder ao apreço que Vannuchi manifestara por ele, assinalou: "Nossas posições políticas como todos sabem não coincidem, mas a nossa essência do ponto de vista do papel dos Direitos Humanos no Brasil é praticamente coincidente".

Não é só nesta área que há continuidade. Em vários setores ela data da transição democrática. Uma continuidade que responde à Constituição de 1988.

Por isso, nestas eleições, não posso deixar de ver com perplexidade, de um lado, a tese de que tudo começou no governo Lula, que jamais em tempo algum houve um governo como esse, e, do outro lado, o renascimento do udenismo liberal-autoritário segundo o qual o governo atual desrespeita a Constituição e a candidatura Dilma Rousseff é uma ameaça para a democracia brasileira.

Manifestações partidárias e apaixonadas desse tipo, sem base na realidade, não honram quem as faz. Não contribuem para a democracia brasileira. 

Média: 4.2 (17 votos)
27 comentários
imagem de Ricardo Castro Meira
Ricardo Castro Meira

Não foi esse cara que pediu o impeachment de Lula num artigo escrito em 2005 na falha de são paulo? (Mino Carta escreveu a respeito do assunto em "O sorriso da aeromoça" -http://www.consciencia.net/2005/mes/12/minocarta-bresserpereira.html).

 Depois desse artigo nunca mais o li. Ele tira uma de porreta mas foi tesoureiro das duas campanhas de fhc. E colega de ministerio de acm.

 
 
imagem de wilson cunha junior
wilson cunha junior

Este artigo do Bresser mostra que há ainda vida civilizada na oposição. Nem todos pertencem ao entorno do Serra.

Mostra também a diferença entre adversários originais e adversários recentes, como Hélio Bicudo.

Bicudo pertence a uma categoria de adversários do atual governo que é muito mais nociva. Aliados históricos de outrora e ferrenhos inimigos hoje. Se assemelha a Heloísa Helena e seu entorno.

Poderia ser citado nessa categoria o Cristovam Buarque. Foi preterido do 'lulismo' tal qual Bicudo e HH tendo o agravante de ter sido demitido ainda no primeiro mandato por telefone quando estava fora do país. Essa sim, a maior grosseria do Lula e não seus discursos recheados de palavras fáceis de compreensão.

Buarque disse na época que saia do PT mas não da esquerda. Hoje nós o vemos no palanque ao lado de Lula e Dilma. Poderia falar aqui da Luiza Erundina que também permanece na mesma trincheira mas é melhor lembrar que Marina Silva dá sinais que vai fazer companhia a Bicudo e HH. Mas ao contrário desses dois Marina foi ministra por quase todo o governo Lula deixando pra sair quando seu projeto de candidatura saiu do papel.

 

Hoje Marina Silva atira no Lula. O mesmo Lula que no dia da sua eleição em 2002 perguntado sobre ministros disse a imprensa que só um ministro já havia sido escolhido e há muito tempo: Marina Silva para o MMA.

Penso que seria didático analisarmos a fundo a trajetória desses dois tipos de ex-petistas: Os rancorosos e os que puseram a luta original acima das vaidades.

 

 

 
 
imagem de DanielQuireza
DanielQuireza

"Por isso, nestas eleições, não posso deixar de ver com perplexidade, de um lado, a tese de que tudo começou no governo Lula, que jamais em tempo algum houve um governo como esse, e,"

Gosto muito das colocacoes do Bresser-Pereira, mas essa tese dele a respeito do governo e da candidatura Dilma é exdrúxula, beira o ridículo, é pueril. Ora, em eleicao, o objetivo é ganhar votos, é vender a tese de que o seu lado é melhor que o outro lado. Ele queria o que ? Que o governo ou a candidata fossem imparciais ? Que disessem que FHC fez um bom governo e Lula apenas continuou ? Isso é bizarro. Esse pessoal fica escrevendo atrás do computador e esquece da vida real. Quem tem que ser imparcial é a imprensa, nao os candidatos ou mesmo o governo, que tem lado. Ora, o Serra é que teria, se quisesse, que defender o governo do seu partido. Jamais a Dilma. Quem fizer esse tipo de coisa está pedindo para perder a eleicao. Acho que o Bresser por ser tucano esta com dificuldades de se expressar e talvez até com vergonha da campanha vergonhosa que seu partido proporcionou. Por isso, para se fazer passar por imparcial ele tenta colocar duas supostas atitudas radicais dos dois lados. Quando na verdade uma atitude é simplismente tática de campanha e outra, ajudada pela grande mídia é claramente golpista. No fundo ele sabe disso, é só reler bem o texto que ele percebe.

 

@DanielQuireza

 
imagem de Thiago Quintella de Mattos
Thiago Quintella de Mattos

É comédia? Não, é o Bresser Pereira, nem estava enxergando direito. Foi mal!

 
 
imagem de Orlando Soares Varêda
Orlando Soares Varêda

 

Bom.

 

Orlando

 
 
imagem de jose luiz ribeiro da silva
jose luiz ribeiro da silva

Na época que o "Seo" Bresser foi ministro eu fui um dos bancários demitidos pelo plano de Sua Exêlencia eu muitos como eu. Um plano economico que só pririzava os banqueiros de sempre, depois passou a fazer uma "reforma" no Estado, foi quando mais se divulgou que os funcionários públicos são uma campada de vagabundos. agora vem com mais essa, provavelmente para se manter na onda e se fazer presente. devia depois de velho deixar o Brasil em paz

 
 
imagem de Araquem
Araquem

Na mesma época do Seu Bresser, o Covas (ambos do mesmo PSDB) mandou a polícia em cima dos professores... Não lembro do Seu Bresser fazendo discurso de defesa de direitos humanos...

 
 
imagem de JB Costa
JB Costa

Belo contraponto aos editoriais do Estadão e da Folha e uma carraspana na revista VEJA.

Enfim, um chamado à ordem para os reacionários de ambos os lados.

 
 
imagem de Ubiratan Rosa Passos
Ubiratan Rosa Passos

Equilíbrio, lucidez, bom senso.

Prabéns.

 

Ubiratan Rosa Passos

 
imagem de Carlos Sena
Carlos Sena

Nassif, a continuidade do aperfeiçoamento de nossa Carta Magna de 1988, é o ideário do aprofundamento democrático do povo brasileiro; Parabéns Bresser por nos dar essa manifestação de dicernimento, é uma aula de democracia em toda sua PLENITUDE.

 
 
imagem de Araquem
Araquem

Mais um "pacificador".

Trabalho é um direito humano fundamental. Os governos pós-constituinte se esforçaram para promover o lucro máximo, avançando nos direitos dos trabalhadores. Nos (des)governos FHC o desemprego chegou a atingir 25% da PEA.

Agora se vem com essa conversa de continuidade? Quanto cinismo...

 
 
imagem de gentilhomme
gentilhomme

É impressionante o engrandecimento ético e intelectual que o Professor Bresser vive, já longe entrado na terceira idade, sobretudo quando se tem em conta a atrofia da quase totalidade dos pensadores do PSDB, seus pares de há muito, em curso. Longa vida para ele; mente aberta, ouvidos e olhos atentos para os que o podemos fruir de suas idéias. 

 
 
imagem de Rui Daher
Rui Daher

Bresser Pereira é contraponto aos impostores citados no post sobre Guilherme Motta. Não importa seu partido. Em qualquer um, será sempre intelectualmente honesto. 

 
 
imagem de Edimilson
Edimilson

 Parabens Bresser, colocou  de maneira equilibrada e critica a tudo que esta acotecendo no calor das eleições, eu morador da periferia de SP , sei que ouve avanços, mais sei que falta muito, vivencio isto na minha realidade, na   abodagem ,  da policia , ja sei o procedimento , mão na cabeça, pernas bem aberta, evita que você tome um chute na bunda, se for motoqueiro , e abordagem for a noite, deite no chão  e vita que você tome um tiro sempre é claro acidental sempre diga sim senhor, senhor, nas perguntas, é sinal de repeito pela autoridade, nunca olhe direto na rosto deles, você pode tomar um tapa na cara,  e asim vamos, avaçando!

 
 
imagem de Odorico Carvalho
Odorico Carvalho

O que atrasa o nosso país é essa imprensa apátrida que torce contra, que buscar nos tirar qualquer orgulho por nossa nação, que distorce a realidade de forma acintosa. Como pode uma sociedade evoluir com uma mídia dessas jogando no time adversário?

 
 
imagem de JAGRA
JAGRA

Texto interssante, mas, cabe a ressalva de que a inversão de foco não foi nem é dada pelo Governo Federal, muito menos por LULA ou, DILMA.

Uma simples pesquisa no GOOGLE e, qualquer pessoa desapaixonada, sem preconceitos, sem ódios, sem invejas, verá que tanto o Presidente LULA, quanto sua Administração sofreram ataques que não conheço nada similar, no Brasil.

Os números, os fatos, as vitórias, as conquistas, tudo que vem sendo realizado merece simples Matérias, porém, qualquer fato ou, não fato, provado, ou não provado, inventado ou não, são motivos para ACUSAR, JULGAR e CONDENAR tanto o Governo Lula, quanto o próprio Presidente.

"Investigações" como estas não sao feitas e nunca foram, nos governsos PSDB/DEM. Basta estar minimamente ligado aos noticiarios e percebemos quantas CPIs foram Barradas em São Paulo, durante os governos COVAS/ALCKMIM/SERRA...

Os CONTRATOS MILIONÁRIOS com as Editoras...etc.etc.

Isso não aparece em MANCHETES.

A Matéria que o SBT fez onde SERRA fala da venda de CDs com Milhões de Quebras de Sigilo Fiscal, sendo vendidos em São Paulo, no ano passado - NÃO APARECE EM MANCHETES...

A CAPA da Revista CARTA CAPITAL falando (com provase documentos) sobre a vergonhasa maracutaia da FILHA DO SERRA em conjunto com a IRMÃO DO DANIEL DANTAS, Não APARECE EM MANCHETES

A Manipulação, Edição e, Cortes que a TV, os jornais e as revistas tem feito não são levadas em consideração quando desta análise.

Como assinante de um JORNAL, de uma REVISTA ou mesmo, como expectador de uma TV, ouvinte de uma Rádio - EU EXIJO SABER DE FATOS VERDADEIROS. Não quero saber a Opinião deste ou daquele. Quero os FATOS FRIOS, IMPARCIAIS, CRÍTICOS, VERDADEIROS. Asim, posso avaliar, analisar, julgar e formar conceito.

O que temos visto não é isso.

E mesmo quebrando o "Protocolo" apoio o Presidente Lula que apos 8 (OITO) anos sofrendo perseguição, obtendo mais de 80% de aprovação no Brasil, sendo Elogiado constantemente na mídia Mundial, com a força e a credibilidade que tem, NUNCA PERSEGUIU ÓRGÃOS DE IMPRENSA ou mesmo Governadores e Prefeitos de partidos opositores.

Moro em uma cidade do Interior e São Paulo, onde o prefeito foi à "sua" rádio pedir votos contra LULA na campanha para reeleição.

Após eleito LULA enviou, somente para um projeto de saneamento, mais de 60 milhões de Reais e, o prefeitinho esconde isso da população, nem Placa colocou na Obra para não ter que mostrar de onde veio o dinheiro.

Portanto, fere minha inteligência saber que a "imprensa" chegou ao desespero de PUBLICAR o que sempre soubemos, mas, que fazíamos de conta não ver.

ASSUMEM SUA CONDIÇÃO DE VASSALOS DE UM PARTIDO que corre um enorme risco de se ver PARTIDO.

Onde seu "guru" declara a revista internacional que sabe da derrota do "seu" candidato que entre outras coisas deve explicações sobre AMBULÂNCIAS, CPIs Barradas, DIPLOMA, Amizade com RORIZ, MENSALÃO, ARRUDA, Traição ao Aécio, ao FHC e, ao Alckmin, CONDUTA DE SUA FILHA E GENRO, COMO CONSEGUIU ENTRAR E VIVER NOS EUA quando fugiu e abandonou colegas da UNE, ao ouvir o primeiro tiro, sobre o porque tentou vender a PETROBRÁS e O BANCO DO BRASIL, PRIVATIZAÇÕES, sobre sua "parceria" com o PCC e, para finalizar - SERRA NOS DEVE EXPLICAÇÕES DOS MOTIVOS QUE LEVARAM O PSDB/FHC/SERRA a terem um desempenho tão mediocre quando foram governo e, agora de forma ridícula, tentam fazer o mundo acreditar que eles começaram tudo?

Nassif, será que serei chamado de alguém que é CONTRA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO?

 
 
imagem de YRD
YRD

Muito bem colocado: "Uma simples pesquisa no GOOGLE e, qualquer pessoa desapaixonada, sem preconceitos, sem ódios, sem invejas, verá que tanto o Presidente LULA, quanto sua Administração sofreram ataques que não conheço nada similar, no Brasil."

 

Nossa vitória Domingo que vem é certa e rasteira, agora devemos nós despir e com pragmatismo, fazer o que a oposição não fez: discutir, dialogar, negociar, sugerir, estudar novas soluções e quebrar alguns paradigmas, com responsabilidade. O PT sempre foi plural e nesta, tornou-se forte.

Nunca achei que escreveria isto, mas vamos lá: que venha Bresser, que venha Plínio, que venham todos conversar, divergir, mas em suma, pensar o país e propor caminhos a trilhar e outros a consolidar. 

 
 
imagem de gustavo antonio
gustavo antonio

Na jugular: "... o renascimento do udenismo liberal-autoritário segundo o qual o governo atual desrespeita a Constituição e a candidatura Dilma Rousseff é uma ameaça para a democracia brasileira." Boa resposta ao estadao.

 
 
imagem de Altemar do Acre
Altemar do Acre

Taí o recado do Bresser para o Hélio Bicudo.

Eis o domingão que se avizinha.

 
 
imagem de Luiz M. de Barros
Luiz M. de Barros

Aqui, espressando-nos no nosso direito humano essencial pela banda larga de 1 Mb ainda a mais cara do planeta fora impostos mesmo que fossem de 100%. E Brasser já varias vezes se colocou a favor da Telebras. Necessaria diante do caotico capitalismo "corrupto e ganancioso" quando deixado sem controle (cooptação das agencias) conforme as suas palavras em artigo no Terra. Esse é a caracteristica da oposição que o Brasil merece.

 
 
imagem de Itamar
Itamar

"Ki Bom"...ouvir vozes, contra essa guerrilha de factoides da direitona aloprada.

Parabéns Bresser Pereira!

 
 
imagem de Anônimo

teórico, demagogo  ..nada pragmático

vamos ao teste..

Diga pra nós professor : quando o BRASIL viu um governo nascer  de onde este nasceu, de uma autentica liderança partida da base? ..um que nos proporcionou tanto crescimento, aliado a geração de emprego, desenvolvimento e distribuição de renda? ...quando, antes de LULA, vimos tamanha inserção e ascenção de MILHÕES ao CONSUMO ? ..quando  um combinou tanto estímulo a setores internos e ao ensino médio e universitário púlbicos?  ..qual, com a Polícia Federal, mais prendeu e apontou desvios?  ..quando houve um aonde a maioria dos setores (indústria, comércio, agronegócio, assalariados e bancos ganharam? ..quando o SOCIAL teve tanta prioridade? ..quando desfrutamos de um período tão longo de BAIXA inflação, carga e divida publica estáveis ? ..e de quando o pais se viu livre das ameaças e PAGOU sua divida externa?

Quando antes professor ?  ..quando antes o BRASIL deixou de se atrelar e seguir, passivo, escravo e chantageado a uma côroa ? ..quando efetivamente sentimos que não éramos mais uma réles província que sempre tirava os sapatos?  ..quando fomos, como hoje somos, destaque e admirado pelo MUNDO?

 ..quando professor BRESSER PEREIRA, quando o país foi governado por um presidente que não se permitiu de casuísmos e golpismos  ..quando fomos por OITO anos consecutivos governados sem termos sofrido algum passa-moleque?

..tá bom  ..tá com dificuldade  ..então eu te ajudo  ..NUNCA, nunca antes de LULA

LULA  ..acredite, seu governo ainda não acabou, mas eu já estou com saudades e sei, sei que pelo tempo que me resta, jamais verei outro líder  tal qual você foi, e ainda É  !!!

 
 
imagem de layla
layla

Nunca antes na história deste País teve um presidente com tanto carisma e que tenha feito mais pelo seu povo e pelo seu País...Brasil...

Lula é, realmente, "O CARA"!

 

vou às lágrimas todas às vezes que assisto a sua primeira posse e  quando ouço  o "sem medo de ser feliz", ainda + cantada pelo meu querido Chico Buarque.

 
 
imagem de carmen fusquine
carmen fusquine

Nassif, não poderia deixar de comentar a GRANDE CARREATA da Yeda/PSDB/SERRA, agora em Porto Alegre, ela tentando agradar em cima de um caminhão, ao lado seu vice, Berfran, o eterno lobista do Brasil, o mesmo que ouvimos em uma gravação afirmar que o DETRAN. BANRISUL e CEEE, são os redutos do CAIXA DOIS DAS CAMPANHAS DO PMDB/PSDB/PPS, um GRANDE FRACASSO, meia dúzia de CC'S nos seus carrões é claro, NINGUÉM NAS RUAS PARA SAUDÁ-LA, ao contrário, bandeiras do PT a volta. A carreata da torcida do GREMIO, rumo ao local da NOVA ARENA, o novo estádio, compareceram 20.000 pessoas, 4 horas de carreata, ou seja, nem com os esforço da RBS/GLOBO em tentar levá-la para o segundo turno, jogando o Fogaça do Simon às traças, conseguiu mobilizar a população, afinal 44% de rejeição é difícil de superar...

 
 
imagem de alcir rosa nunes
alcir rosa nunes

Esse Bresser continua o mesmo! Dizer que essa eleição não representa nem salvação nem danação, apenas mais uma, é, ou de uma ignorância, ou de uma má fé (acredito mais nessa), incompreensivel. Com certeza pro senhor Bresser, não é muito diferente quem ganhe. Ele sempre esteve e sempre estará no grupo dos que de algum modo comandam a tropa. Se o lado dele ganhar então será um banquete! É uma pena que este senhor nunca tenha estado do outro lado, pois falar estas asneiras olhando sempre de cima, é muito fácil. É deprimente saber o que esse tipo de pessoa pensa.

Alcir

 
 
imagem de luka
luka

Me emocionei.

Nós como povo demos um passo imenso e não nos permitem enchergar.

Com todos os defeitos somos uma SOCIEDADE que procura a justiça.

Isso ninguém tira de nós.

Os partidos politicos são apenas acessórios.

 
 
imagem de YRD
YRD

"Os partidos politicos são apenas acessórios."

 

Não, não são acessórios. O Estado, quando de sua formação, tira se poder da parcela que a sociedade como um todo, a ele delega; após isto, os atores sociais juntam-se em agremiações partidárias, na luta pelo poder. Portanto, os partidos, ganhando ou perdendo mas fortalecidos, são a espinha da consolidação de nossa democracia. No restante, concordo.

 
 

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.

Faça seu login e aproveite as funções multímidia!