Fotografar tragédias e mortes quase matou Sebastião Salgado

Sebastião Salgado

Como fotografar as tragédias e as mortes quase matou Sebastião Salgado. Como dizia o frei na hora da "Ave Maria" em Penápolis, na rádio difusora (18:00), quando ainda era garoto, "ooo desgraça pelada", pois precisamos ver as fotos e ouvir a história de Sebastião Salgado, história muito forte, mas ele levantou, sacudiu a poeira e deu a volta por cima.


Sebastião Salgado: The silent drama of photography(TED, liberado dias atrás, de Fev. 2013, ainda sem legenda em português)

Economics PhD Sebastião Salgado only took up photography in his 30s, but the discipline became an obsession. His years-long projects beautifully capture the human side of a global story that all too often involves death, destruction or decay. Here, he tells a deeply personal story of the craft that nearly killed him, and shows breathtaking images from his latest work, Genesis, which documents the world's forgotten people and places.

http://www.ted.com/talks/sebastiao_salgado_the_silent_drama_of_photography.html

Nenhum voto

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.